De acordo com a Al Jazeera, a Hungria já foi a décima economia mais dinâmica do mundo. No entanto, muitas multinacionais que procuravam este crescimento desinvestiram e foram para outros lugares, para a Bulgária, Eslováquia e Roménia. Agora o país pode ficar dividido sobre a razão pela qual a crise económica se agravou tanto.

O negócio de aquecimento e canalização mencionado no vídeo culpou o governo de esquerda pelas suas políticas. Outra empresa familiar que importou soja da América Latina está a debater-se com a crise de crédito e com a falta de liquidez para financiar as operações. Isso dificultou o pagamento da carga.

O FMI resgatou a Hungria para evitar a desestabilização económica na região. Poderá surgir mais instabilidade devido ao corte dos serviços sociais para pagar o serviço da dívida e à falta de liquidez.