Pesquisa de mercado no Burundi

Pesquisa de mercado no Burundi

Principais indústrias

Burundi é um estado sem litoral na região dos Grandes Lagos da África Oriental. Faz fronteira com Ruanda, Tanzânia e República Democrática do Congo. As principais exportações do Burundi incluem café, chá e açúcar, e a maior parte da população trabalha na agricultura, o pilar central da economia do Burundi. A agricultura representa um terço do produto interno bruto (PIB) e 60% das exportações do Burundi.

Os sectores agrícola e mineiro captam a maior parte do investimento estrangeiro. O Burundi conta com apoio internacional para a sua política agrária. A construção contínua de barragens hidrelétricas também é popular. A geração de energia geotérmica, eólica e solar tem grande potencial.

Tendências

O mundo está demonstrando um interesse crescente no desenvolvimento da produção de terras raras. Mais esforços de investigação quantitativa estão em curso sobre os seus depósitos minerais inexplorados. Os maiores deles são cobre, cobalto e níquel. Outros recursos naturais como o petróleo são provavelmente lucrativos.

Benefícios e pontos fortes no mercado

O Burundi tem excelentes ligações nos mercados africanos. A sua localização geográfica posiciona-o como um centro comercial regional. Ainda não aproveitou a sua localização conveniente, mas tem acesso a vários países vizinhos.

É membro de muitos acordos de livre comércio no continente. Estes incluem o Espaço Económico da África Central, a Comunidade da África Oriental e a Zona de Comércio Livre Continental Africana. Também possui acordos com os Estados Unidos e a União Europeia.

O declínio da ajuda externa desde 2015 causou dificuldades à economia do Burundi. Esta perda de recursos externos resultou num menor crescimento. O choque da pandemia da COVID-19 agravou a situação. A economia não é diversificada e está demasiado dependente dos voláteis preços mundiais do café.

A população está crescendo. Assim, o governo tem procurado satisfazer o aumento da procura de bens sociais e de consumo. Seu foco passou a ser estimular recursos internos. No entanto, ainda existe uma lacuna significativa no mercado de produtos manufaturados produzidos localmente. Os serviços públicos representam 25% do PIB do Burundi.

Bairros

Bujumbura é a capital econômica do Burundi. Situa-se às margens do Lago Tanganica. Aqui, os grupos étnicos tutsis e hutus coexistem ao lado de pequenas populações de imigrantes. Os expatriados são geralmente europeus e sul-asiáticos. Uma influência europeia persistente é evidente nos edifícios de Bujumbura (antiga Usumbura), um remanescente dos seus dias como capital colonial.

A mistura de culturas confere à cidade um toque cosmopolita. Os visitantes podem desfrutar da fantástica culinária francesa, com excelentes comidas e bebidas e a vida noturna é atraente. Os amantes da arte podem visitar o Museu Vivo de Bujumbura, um zoológico e museu. O Museu Vivo é um dos melhores da África, com exposição de artesanato antigo e moderno.

Rohero I, onde fica o Jardin Public (um grande parque), é um dos bairros mais seguros de Bujumbura. Muitos moradores de Bujumbura relaxam neste espaço verde e aproveitam o clima quente do país. Outro subúrbio mais exclusivo é Kiriri, o bairro presidencial com vista para o Lago Tanganica.

Base de Consumidores

A geração mais jovem do Burundi transformar-se-á numa força de trabalho qualificada. A Taxa Bruta de Matrícula no ensino primário explodiu em comparação com há vinte anos. A maior parte do país fala Kirundi, a primeira língua oficial, assim como francês. Nos próximos anos, os consumidores procurarão mais serviços online. O mercado da Internet de banda larga está inexplorado. Com a instalação de fibra óptica, surgirão oportunidades de e-admin e e-banking.

Razões para expandir seus negócios no Burundi

O governo demonstra interesse em melhorar o ambiente de negócios no Burundi. Pretende ultrapassar a sua baixa classificação, na 116.ª posição entre 190 economias (Doing Business 2020). Promulgou uma nova lei de investimento, que concede aos investidores estrangeiros direitos semelhantes aos nacionais. Os investidores desfrutam de poucos limites de propriedade e controle, bem como de triagem limitada.

Sobre pesquisa de mercado no Burundi

Para os acionistas mais exigentes, existem muitos investimentos disponíveis no Burundi. Com grupos focais e pesquisas, os investidores podem obter insights essenciais sobre setores importantes. Essas percepções podem ser inestimáveis. A investigação estratégica nas indústrias transformadoras pode resultar em activos críticos para análise quantitativa. Existem muitas oportunidades na indústria porque as indústrias de processamento de produtos alimentícios, materiais de construção, produtos químicos e têxteis são poucas. O Burundi importa a maioria dos bens de consumo manufaturados. Portanto, o governo está recorrendo a investidores estrangeiros para preencher a lacuna.