Como parte de nossa série de livros relacionados a marketing, revisamos o livro de Luke Sullivan “Hey Whipple Squeeze This”. Embora focado na publicidade, o livro se aprofunda na solução de problemas e na compreensão dos consumidores. Da mesma forma, pode ser aplicado a outras áreas de serviços de marketing. Estruturamos esta revisão em conceitos interessantes nos quais o autor se concentrou.

Debate
Sullivan afirma o valor de colocar o problema como uma pergunta. Uma de nossas citações favoritas no livro foi quando Sullivan afirmou: “Um problema bem definido é um problema meio resolvido”. Ao focar na questão, as pessoas podem facilitar o processo de brainstorming.

Quebrando a categoria do produto
Sullivan afirma a importância de quebrar o clichê da publicidade da categoria de produto. Em um anúncio, a agência desenvolveu um vilão para os anúncios. Outros anúncios eficazes foram aqueles que essencialmente não pareciam anúncios apreciados. Por exemplo, os anúncios pareciam mais documentários ou novelas do que anúncios.

Simplicidade
Sullivan aconselhou a importância de focar na simplicidade como parte do “Reducionismo Draconiano”. As ideias de Sullivan sobre simplicidade na publicidade são consistentes com as de Jon Steel, que escreveu “Truth, Lies and Advertising”, que também revisamos neste blog. Ele afirma que você não pode chegar ao coração do público com lógica porque o pensamento humano nem sempre é racional. Ele afirma que a simplicidade rompe a confusão publicitária e transmite diretamente a mensagem ao consumidor. Os redatores devem escrever como realmente falam na realidade. Eles precisam deixar uma imagem na mente do ouvinte, começar e terminar dramaticamente e focar em um tema central.

Publicidade externa
O objetivo da publicidade outdoor deve encantar as pessoas, segundo Sullivan. Exemplo disso é a Adidas fazendo um passeio ao ar livre onde as pessoas entram na bola de futebol e são jogadas para todos os lados

Processo criativo:
Sullivan afirma que as pessoas têm tendência a não gostar da ambiguidade e podem ficar tentadas a aceitar a primeira ideia que lhes vem à mente. Uma abordagem é escrever 100 slogans em um curto período de tempo. Ao fazer isso, sua mente divagará. Então fica muito mais fácil restringir-se a algumas ideias de ouro.

Novas mídias
A nova mídia de hoje é considerada criativa, como blogs, publicidade em vagas de estacionamento, webinars, etc. O marketing de guerrilha consiste na execução ser o criativo. Um exemplo foi a IKEA colocar nos móveis da rua uma placa dizendo “Roube-me”. Isso gerou mídia gratuita e boa vontade entre aqueles que levaram os móveis de graça.

O livro é interessante no sentido de que é bem organizado e contém muitas recomendações de bom senso. No entanto, o livro não parece ter uma ideia central subjacente. Em vez disso, consiste em uma série de recomendações que, embora apresentadas de forma clara, não deixam o leitor com uma grande ideia.