Na Europa, existem cerca de 4.000 instituições de ensino superior com mais de 17 milhões de estudantes e 1,5 milhões de funcionários. De acordo com a Comissão Europeia, no entanto, os currículos nem sempre estão atualizados e não há população jovem suficiente capaz de frequentar as universidades. Portanto, os governos dos estados membros europeus estão à procura de formas de melhorar as condições e permitir que os estudantes frequentem universidades.

Uma agenda de modernização para as universidades foi publicada pela Comissão Europeia no âmbito da Estratégia de Lisboa para o Crescimento e o Emprego, onde os principais domínios da reforma são:

  • Reforma curricular: O sistema de três ciclos (bacharelado-mestrado-doutoramento), aprendizagem baseada em competências, percursos de aprendizagem flexíveis, reconhecimento, mobilidade.
  • Reforma da governação: Autonomia universitária, parcerias estratégicas, nomeadamente com empresas, garantia de qualidade.
  • Reforma do financiamento: Fontes diversificadas de rendimento universitário mais bem ligadas ao desempenho, promovendo a equidade, o acesso e a eficiência, incluindo o possível papel das propinas, subvenções e empréstimos.

Através do processo de Bolonha, estão também a ser promovidas reformas curriculares, prevendo-se que até 2010 seja criado um Espaço Europeu de Ensino Superior por 46 países de toda a Europa.

Sobre a pesquisa de mercado educacional da SIS

A SIS International Research fornece soluções abrangentes de inovação, pesquisa de mercado e estratégia para instituições de ensino. Temos profunda experiência na condução de pesquisas estudantis, desenvolvimento de programas, soluções de inovação, pesquisas para reposicionamento de departamentos e instituições de ensino.

Saiba mais sobre Pesquisa de Mercado de Ensino Superior aqui.